Críticas

Published on agosto 18th, 2015 | by Marcelo Leme

0

Crítica: A Forca

aforcaAlguém poderia antecipar: mais um terror com câmera em primeira pessoa? Sim. É o found footage que parece não sair de moda. Esse estilo é um problema nos atuais filmes de horror? Longe disso, ele contribuiu demais com muitos filmes de horror, e continua contribuindo, ainda que não seja um atributo específico do gênero. É um recurso. A fórmula está gasta? Me parece que sim, a fórmula está muito gasta, especialmente quando utilizada em sequências, mas quando  surge um bom roteiro em sintonia com a facilidade em se filmar qualquer coisa hoje em dia, pode ser que algo interessante apareça apesar da invariabilidade. A Forca é um desses exemplares, ganhou força de um gigante, a Warner, que apostou em sua ideia. Os realizadores amadores, Travis Cluff e Chris Lofing, trabalham bem as limitações e tentam fugir de alguns padrões recorrentes em produções semelhantes.

Em nenhuma hipótese diria que o filme escorrega quando provoca tensão, todas elas funcionam apesar da previsão. Notem que quase todas as cenas que visam sustos podem ser antecipadas. Para realiza-las há todo um trabalho cênico, além da fotografia e iluminação, o que praticamente congela a imagem deixando o público a espreita, vislumbrando a escuridão. É um filme de baixíssimo orçamento cuja produção está debruçada muito mais na inventividade e originalidade de sua simples história. Há óbvios e talvez imperdoáveis problemas, como a conclusão final esticada demais. Sem ela o filme seria muito melhor. O problema é sempre o mesmo: abrir mão da arte a troco de um produto enlatado.

Quem disse que no cinema tudo precisa ser devidamente explicado? Esse didatismo é herança de um público cada vez mais preguiçoso. Com isso bons roteiros terminam condenados. Nesse caso há informação demais para uma obra cuja a imagem dá conta de revelar tudo. Não é preciso que alguém chegue e conte o que aconteceu, até por quê o roteiro está longe de ser genial e dá pra sacar o que está acontecendo sem muitas dificuldades. Revelar demais é a minha grande queixa com relação a essa produção escrita e dirigida pela dupla Cluff e Lofing, caras que deverão ganhar mais atenção e dinheiro para futuras filmagens. Provaram ter talento. Ótimo para o gênero! Como curiosidade, vale ressaltar que os atores emprestam seus nomes aos personagens, propondo maior veracidade a produção.

Aqui os cineastas trabalham com jovens que irão reencenar uma peça escolar, A Forca, a qual um dos atores morreu em cena há 20 anos. A reencenação vem acontecer enquanto homenagem ao acidente. Aí quatro jovens com diferentes interesses se juntam numa noite desastrosa presos na escola, horas antes do espetáculo. Com câmera em punho e iluminação precária, eles registram o pavor de estarem presos. Antes disso o filme construiu-se sobre clichês – a bela loira líder de torcida que brinca com a câmera e o amigo babaca que tira sarro de tudo –, e um casal díspar, o atleta que surpreendentemente entra no teatro por estar apaixonado por uma sonhadora atriz. A história se modela com dinamismo e brincadeiras com a câmera, entre elas nota-se referências óbvias ao clássico A Bruxa de Blair. Os diretores se aproveitam de toda uma naturalidade lúdica capaz de nos levar àquele universo, são os já mencionados planos em que usam a câmera arbitrariamente. O propósito é – tentar – nos fazer acreditar que é real. Diante disso, A Forca nos enlaça ao seu mundo e proporciona uma competente e por vezes assustadora diversão.

Comments

comments

Tags: , , ,


About the Author

Marcelo Leme

Realizador, roteirista, curador, crítico de cinema do portal cineplayers.com e colunista semanal do Jornal da Cidade de Poços de Caldas. Trabalha no Instituto Moreira Salles. Entusiasta da sétima arte, é credenciado em festivais de cinema como a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e o Paulínia Film Festival. Teve, em 2013, um de seus textos selecionados pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). >>> instagram.com/marceloafleme



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • ASSISTA NOSSOS FILMES DE GRAÇA

  • Parceiros

    Parceiro - Adorocinema
  • Parceiro - Centerplex
  • Inscreva-se no Youtube!