Críticas

Published on junho 12th, 2014 | by Marcelo Leme

0

Proseando sobre… Cada um tem a Gêmea que Merece

EsboçoAltereacadaAlgumas coisas não deveriam sair do papel. Algumas coisas não deveriam acontecer. Isso garantiria menos constrangimentos. Al Pacino, por exemplo, viver ele mesmo de uma forma absurdamente infeliz, era algo que nenhum fã esperava. Johnny Depp aparecer numa ponta com a camiseta do Justin Bieber funcionou apenas como uma piada imbecil e datada. E Adam Sandler fazer outro filme de humor fácil, tolo e sem graça, bom, já convivemos com isso quase que anualmente. Mas jogar sua carreira no lixo com o, talvez, pior filme de sua filmografia, era demais até mesmo para os mais pessimistas, comparando a leva de filmes horríveis que o comediante vem protagonizando. Cada um tem a Gêmea que Merece é uma atrocidade.

Aturar um Adam Sandler tem sido uma tarefa árdua, mas dois é algo quase impossível. Acompanharemos, assim, a crise entre dois irmãos, Jack e Jill, com o primeiro (Sandler) ignorando completamente a irmã, esquivando-se de todas suas investidas afetuosas, temendo a vergonha e os prováveis desastres freqüentes de quando ela está por perto. Já Jill (Sandler, horrendamente travestido), é de fato a irmã monstruosa que num início é pregado através de uma abertura ressaltando o crescimento da dupla. Ela causa transtornos por onde passa e, por razões torpes, chama a atenção de Al Pacino durante um jogo, o que a torna importante para seu irmão que necessita contratar o ex Michael Carleone para um comercial.

Habituado a um humor grosseiro e de sucesso comercial graças a presença de Sandler, o diretor Dennis Dugan vem de vários equívocos – Esposa de Mentirinha (Just Go With It, 2011) e Zohan – O Agente Bom de Corte (You Don’t Mess with the Zohan, 2008), por exemplo. Nenhum desses conseguiu a proeza desta nova empreitada: ser ridículo a ponto de envergonhar o espectador. Sabe aquela sensação de vergonha alheia pelo que projetamos? É algo corriqueiro aqui. As piadas não são inteligentes e tampouco inspiradas, os diálogos são reciclados e bobos. Os acontecimentos soam tão banais que fica difícil acreditar no senso do ridículo ou na condição mental de seus realizadores. Duas piadas até instigam alguma graça, caso do momento em que a estátua do Oscar de Pacino é quebrada – ele só tem uma, embora o mundo crê que ele tenha mais – ou quando o próprio ator reproduz uma frase de O Poderoso Chefão. Logo piadas vis destroem essa tentativa humorada. Quando um longa passa a apelar para piadas relativas a gases e diarreia, então podemos esperar um turbilhão de outros escárnios.

O sucesso comercial é certo, o ator tem vários fãs, mas esse vem perdendo-os. Bom para o cinema. Assim, Cada um tem a Gêmea que Merece, recordista no Framboesa de Ouro, se sustenta no ridículo e faz graça com isso, objetivando trazer uma lição de moral sobre a relação entre irmãos. Mas essa moral é tão rasa, tão imposta e expositiva que quase a compreendemos como outra piada do roteiro medíocre. Tantos, também, são os estereótipos que o filme brinca, mencionando com um gosto duvidoso piadas relativas a crenças. Claro que o filme não deve ser levado a sério, em sua defesa, salientaria isso! Porém, uma narrativa que ofende a inteligência do público deve ser levada a sério por um mínimo senso, afinal, ninguém deixa o cérebro em casa para ir ao cinema.

Comments

comments


About the Author

Marcelo Leme

Realizador, roteirista, curador, crítico de cinema do portal cineplayers.com e colunista semanal do Jornal da Cidade de Poços de Caldas. Trabalha no Instituto Moreira Salles. Entusiasta da sétima arte, é credenciado em festivais de cinema como a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e o Paulínia Film Festival. Teve, em 2013, um de seus textos selecionados pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). >>> instagram.com/marceloafleme



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • ASSISTA NOSSOS FILMES DE GRAÇA

  • Parceiros

    Parceiro - Adorocinema
  • Parceiro - Centerplex
  • Inscreva-se no Youtube!